outubro 2011

Medicamento para emagrecer: PARECE MILAGRE???

Medicamento para emagrecer: PARECE MILAGRE???

A revista Veja, lançou há pouco, uma reportagem de capa sobre um medicamento supostamente milagroso para emagrecimento. O importante é saber que ainda não foram realizados estudos que comprovem essa finalidade. A Anvisa, escreveu uma nota se posicionando em relação à reportagem. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) esclarece que o Victoza é um produto “biológico”. Ou seja, tráta-se de uma molécula de alta complexidade, de uso injetável, contendo a substância liraglutida. O medicamento foi aprovado pela Anvisa para comercialização no Brasil em março Continue lendo

Vencendo as tentações

Vencendo as tentações

Nos primeiros dias de emagrecimento,  a pessoa emagrece bastante e fica animada. Essa animação tira a concentração de seu objetivo e a tentação começa a dar o ar da graça. Mas lembre-se que a tentação dura apenas um segundo.  Se houver um objetivo claro e estimulador ao emagrecimento, essa tentação será logo rechaçada e não mais perturbará. Mas, pode haver uma distração. Tais como: “se eu comer apenas um pedacinho desse bolo poderá não fazer diferença no meu emagrecimento, pois já emagreci bastante na primeira Continue lendo

PISTACHE e seus benefícios

PISTACHE e seus benefícios

O pistache é a semente da árvore pistácia, sua origem é da Ásia Central. È um tipo de noz, que possui ácidos graxos e fibras que auxiliam na regulação intestinal e ainda reduz o colesterol ruim. Contém potássio, mineral que equilibra o sódio no corpo. Possui magnésio, cobre, cálcio, fósforo e vitaminas do complexo B, além de serem ricas em proteínas. O pistache contém a gordura monoinsaturada, que dilatam os vasos sanguíneos, desbloqueando as artérias e aumentando o nível do bom colesterol, diminuindo os riscos de doenças Continue lendo

Papel da atividade física no controle da hipertensão arterial em adultos

Papel da atividade física no controle da hipertensão arterial em adultos

Cerca de 35% das mortes no Brasil, durante o período de um ano, são causadas por distúrbios no aparelho cardiovascular. Esses distúrbios se instalam na população por dois motivos principais: hereditariedade e maus hábitos. Esses dois motivos têm grande relação com o aparecimento de fatores de risco desencadeadores de doenças cardiovasculares e são eles: a hipertensão, colesterol alto, tabagismo, obesidade, o sedentarismo, o diabetes e o estresse. O estilo de vida da população atual mudou muito em relação ao estilo de vida de nossos pais Continue lendo

O GRANDE NÃO

O GRANDE NÃO

Todos temos, pelo menos em alguns momentos, medo de dizer não. Mas algumas pessoas têm mais medo que as outras. Principalmente as que apostam as fichas num mundo mais gentil, em formas mais conciliadoras e pacíficas no caso de disputas. Para essas pessoas, o não parece conter uma agressividade intolerável, uma palavra que aponta para um caminho sem volta em direção ao confronto. No geral, elas têm pouca habilidade para respostas rápidas ou facilidade em sustentar posições contra o fogo cerrado de um inimigo mais dinâmico. Então, para elas fica mais fácil morrer por dentro e dizer sim.

Gestação sem sobrepeso

Gestação sem sobrepeso

Durante a gravidez, é normal e saudável ganhar uns quilinhos. No entanto, a obesidade durante esse período pode aumentar o risco de complicações. É importante que as futuras mamães façam um controle do peso e sigam uma dieta saudável para garantir o aporte diário de nutrientes para o bebê. De acordo com Márcia Cabral, ginecologista e obstetra de São Paulo, o excesso de peso tem um efeito negativo sobre o equilíbrio hormonal e seus ciclos, podendo inclusive diminuir as chances de gravidez. “A gordura frequentemente Continue lendo

Obesidade: você pode reverter esse quadro!

Obesidade: você pode reverter esse quadro!

Você é daquelas pessoas que se sentem satisfeitas quando se pesa ou daquelas que costumam falar mal da coitada da balança quando ela insiste em aumentar o seu peso? Se você se identifica com a segunda opção, cuidado! Esses quilos a mais, além de mexerem com funções vitais de seu corpo e ferirem sua autoestima, são os que levam rapidamente à obesidade, trazendo consigo doenças silenciosas e impiedosas, como o diabetes, hipertensão e problemas cardiovasculares, por exemplo.  Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram Continue lendo

DIARREIA E ALIMENTAÇÃO

DIARREIA E ALIMENTAÇÃO

Alguma comida que não tenha caído bem, o efeito colateral de certo remédio ou até um vírus pode causar diarreia. Nessas situações mais comuns, em que o problema não é consequência de doenças graves, geralmente é suficiente retirar determinados alimentos do cardápio e caprichar na ingestão de líquidos. Com a diarreia, há sempre o risco de a pessoa se desidratar, já que perde muita água na evacuação.