A cabeça no controle do emagrecimento

 

A maioria das pessoas que sofre com problemas relacionados ao peso conhece o “certo e o errado” da alimentação. Trava longas lutas contra a balança, já experimentou muitos regimes, perdeu peso, mas por que não consegue se manter magra?

O problema do sobrepeso/obesidade é físico e emocional. Emagrecer, e principalmente manter o peso não é tão simples quanto muitas vezes se preconiza. Aspectos relativos à personalidade do cliente não podem ser negligenciados se o que visamos é um emagrecimento sustentável.

Odeio ir à academia, mas sou obrigada a ir; não gosto de fazer exercícios; não resisto a um belo pedaço de bolo. Essas afirmações estão constantemente na boca daquelas pessoas que insistem em dizer que não conseguem emagrecer.

A justificativa para os regimes que começam na segunda-feira e terminam na terça ou os exercícios que não fazem efeitos podem ter uma explicação psicológica. Certas emoções não reconhecidas ou assumidas costumam se manifestar no corpo, adulterando sua forma e seu funcionamento saudável.

Para emagrecer, você tem que mudar a forma como se relaciona com a comida. Afinal é o seu hábito que vai edificar o seu corpo. Então as competências comportamentais são a chave para emagrecer e para a manutenção de peso.

A primeira competência a ser desenvolvida é a capacidade de identificar e cuidar das emoções, para assim levá-las para o seu devido lugar. Temos que dar nome aos sentimentos: raiva, saudade, amor, ódio…

A pessoa precisa se apropriar de suas emoções para que elas não influenciem na hora da alimentação. É preciso  resgatar o direito de comer com prazer e fazermos com que as pessoas entendam a necessidade da alimentação equilibrada. Pois quando a comida é ingerida como resposta as emoções grande parte do sabor se perde.

É esquisito pensar que a mente manda em tudo, mas uma coisa é certa: Você precisa cuidar dos problemas emocionais para ter estimulo para fazer as coisas que ajudam o lado de fora do seu corpo, no caso, emagrecer!

Thais Martins Santos

Psicóloga Clinlife

CRP 04 24638

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *