A esperança é do verbo esperançar não do verbo esperar

A confusão entre estes dois termos tem afetado muitas pessoas na atualidade, afinal se não temos em nossas vidas a esperanças e sonhos, tudo se torna mecânico, porém, se somente colocamos um monte de esperanças (do verbo esperar) em relação a coisas pelas quais não dedicamos o nosso empenho, sente-se uma angustia muito grande, afinal é como se não houvesse nada a ser feito para realizar as nossas metas.

É importante que tenhamos fé de que as coisas vão melhorar, de que as situações vão se ajeitar da melhor forma possível, porém, é necessário se recordar que neste barco chamado vida, cada um é capitão de sua embarcação e como tal devemos direcionar leme e velas para atingir o destino que se almeja.   Como dizia o poeta: “A regra básica é clara: o mais sábio é esperarmos de nós mesmos o que queremos, na certeza de que aquilo que fizermos por merecer estará ao nosso alcance.”

Para tornar realidade o sonho, é necessária dedicação e escolhas.  Muitas vezes as escolhas requerem abrir mão de prazeres imediatos, em prol de um objetivo maior e isso não é fácil. Mas é necessário lembrar que tudo na vida são escolhas, e que cada escolha requer uma renúncia.  As escolhas são baseadas nas prioridades que cada pessoa tem em sua vida.

O retorno de é mais provável é aquele que advêm de suas lutas, pelas horas de sono e de diversão de que abriu não, dedicando-se com força de vontade e determinação extrema. Colhe-se os louros das conquistas nas quais investi-se  tempo, porque colocamos verdade nessa busca. Portanto não fique sentado no sofá aguardando que as chances de sua vida tocarão a campainha de sua porta.

A gratidão e reconhecimento das pessoas não é algo a ser pedido. Mas não perca tempo esperando retorno de quem sempre pede mais do que você pode ofertar, de quem suga suas forças, exigindo sua atenção integral, como se ele fosse o centro do mundo, do universo. Esses não enxergam nada além do próprio umbigo e jamais serão capazes de olhar além dos limites do próprio egoísmo.

Sem que reservemos um bocado de nossas vidas a esperanças e sonhos, tudo se tornará meramente mecânico, furtando-nos o prazer mágico das agradáveis surpresas que enriquecem o nosso caminhar. Apesar disso, ficar só enchendo-se de esperanças em relação a coisas pelas quais não lutamos e a pessoas vazias de retorno afetivo nos impedirá o fortalecimento de nosso amanhecer renovado na fé e no amor que nos alimentarão o seguir adiante, sempre e incansavelmente.

Related posts:

  1. “Paz, carnaval, futebol, não mata, não engorda e não faz mal…”
  2. Exercício Físico – A cultura preventiva que a maioria não tem
  3. DEIXE IR O QUE NÃO TE FAZ BEM!
  4. O GRANDE NÃO
  5. Emagrecer não é fácil…

Envie um comentário

Seu email não será divulgado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*


1 + 6 =