Como treinar no frio

Quando é chegada à temporada de inverno já começamos sentir o “peso” do frio logo quando tiramos o pé do cobertor, estou certo? Deste momento até o final do dia é uma intensa briga principalmente com o exercício físico.

Para a maioria dos que já treinam, na chegada do inverno acontece uma adaptação mais fácil e com isso acaba sendo um período diferente do ano e aceito com mais tranquilidade em comparação aos adeptos que iniciaram há pouco tempo.

Os treinos INDOOR como a musculação, spinning e ginástica coletiva, são os mais procurados nesta época, pois dentro da lógica o ambiente mais quente favorece ao praticante mais comodidade.

O cuidado para a prática deverá ser desde a hora de sair de casa para se exercitar, pois lembremos que estamos saindo de um ambiente quente para o frio e o agasalho é parte interessante deste processo já que ele isolará o “choque térmico” que irá acontecer ao sair de um para o outro.

Com o início do exercício começaremos a sentir um calor mais rápido e acima do normal, isso acontece porque a produção de calor no corpo começa a evaporar o suor. Com o uso do agasalho não acontece a troca como um todo e começamos neste momento a sentir necessidade de retirá-lo.

A blusa de frio e a calça comprida são os primeiros a serem descartados, até chegar ao ponto em que você se sente confortável fazendo a atividade. Aconselho a manter no mínimo uma camiseta e um short até o final do treino, pois acabar o exercício sem camisa se não estiver acostumado mesmo com muito calor, pode ser prejudicial visto que estará exposto ao vento frio que vai de encontro com o próprio corpo.

Após os treinos tenha sempre uma toalha, daquelas mesmo que ganhamos de amostra grátis ou em corridas por todo o lugar, elas são ótimas para retirar o suor após a atividade; uma camiseta para trocar até tomar o seu banho, isso porque ao acabar de treinar sempre ficamos de bate-papo ou até mesmo até chegar em casa, esses poucos minutos (15 a 30min) são importantes para que a blusa que está “ensopada” de suor não vire uma manta gelada no corpo.

Com essas dicas espero ter ajudado a se prevenir contra os maus do frio e lembre-se que a alimentação é parte importante para aumentar a imunidade do corpo, sempre tenha uma nutricionista ao seu lado.

Bons treinos.

Roger Andrade

Educador Físico Clinlife

CREF – 018552

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *