Cuide bem do seu corpo e sua mente!

Tendo em vista a busca pela qualidade de vida através de uma vida equilibrada não conseguimos pensar em cuidar do corpo sem também ter um cuidado com a nossa mente. Compreender o corpo como um todo é perceber que devemos dar atenção a todas as dimensões da vida da pessoa e compreender que uma influencia na outra. Desta maneira observamos de muitas maneiras o nosso corpo manifestar nossos sentimentos e emoções e vice versa.

Muitas doenças de fundo emocional são estudadas desde muito tempo pela psicologia, a psicossomática fala sobre a ligação mente x corpo. Uma doença psicossomática e somatização se referem a aspectos diferentes do mesmo ponto: a influência da mente sobre a saúde de nosso corpo. Quando uma pessoa diz que alguém está somatizando está se referindo sintomas físicos mesmo não havendo uma doença física, sendo a causa destes sintomas um fator emocional.

Já no caso do termo doença psicossomática a causa é psicológica, porém a pessoa apresenta as alterações clínicas, detectáveis por exames de laboratório, portanto o corpo da pessoa está tendo danos físicos que chamamos de doença psicossomática. Se trata de uma doença física, que tem uma causa psicológica. A doença apareceu no corpo, por exemplo como uma alergia. Assim é necessário que a pessoa busque ajuda de um psicólogo e também do médico.

Diversos sentimentos e necessidades, medos, raiva, depressão, ansiedade, fobias, angustia, enfim, todo sofrimento emocional debilita a pessoa como um todo. A psicoterapia possibilita que varias questões que estão encobertas sejam trabalhadas, aprendendo a reagir à “agressão” manifestada no corpo e controlar a doença.

Situações estressantes, em qualquer fase da vida são capazes de desencadear uma doença psicossomática. O corpo adoece e as vezes a pessoa não consegue se dar conta que tem uma ligação com os problemas que está atravessando, mas corpo e mente sempre andam juntos. Nunca devemos nos esquecer que as emoções também falam através do corpo e dos sintomas, portanto um sintoma pode ser um grande sinal de alerta. Fique atento!

Petrina Gomes de Lima

Psicóloga Clinlife

CRP 04/28095

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *