DANÇA: uma grande aliada para obter e manter a boa forma e o bem estar

 Você é daquelas pessoas que sabe que tem que emagrecer, que quer ganhar massa muscular, que quer ter uma qualidade de vida em todos os aspectos (físico, mental e espiritual), mais coloca milhões de obstáculos na frente? E acha que só puxando ferro e fazendo uma grande restrição alimentar que isso pode ser alcançado, mas que tudo isso é muito chato.

Pois bem, lógico que uma alimentação balanceada e um bom treino diário aceleram muito esse processo, mas para nem todos é tão prazeroso assim. Por isso muitas academias, studios dentre outros serviços voltados para saúde vem incentivando a pratica da dança. A dança para ser praticada não tem limitações, pode ser em qualquer lugar, com qualquer um ou ate sozinho, pode ser com qualquer ritmo, qualquer batida, com qualquer idade; para dançar basta ter disposição, criatividade e se soltar.

Os benefícios da dança como uma atividade física são bem conhecidos: flexibilidade, melhora do condicionamento aeróbico, aprimoramento da coordenação motora e perda de peso, fortalece a musculatura, protege as articulações, atenua dores e é uma terapia para a alma. Basta observar com um pouco mais de atenção para perceber que os resultados vão muito além do bem-estar físico. Socialização, combate à depressão e à timidez, alegria, auto-estima elevada e disposição para encarar as dificuldades do dia-a-dia são apenas algumas das transformações que se nota em quem se arrisca a adentrar o mágico mundo da dança. Mais do que técnica, é preciso sentimento – e isso o ser humano tem de sobra. Ao ensaiar os primeiros passos, a pessoa se desprende dos medos e preconceitos e vê seu estilo de vida ser transformado pouco a pouco.

Agora sabendo de todos esses benefícios e visando que um simples balançar já é dançar, o que nos impede de correr atrás daquilo que todos procuram, mas sem tanto sofrimento e com muita alegria. Lógico que se o objetivo é se tornar um Sylvester Stallone nos tempos de “Rambo” ou uma Gracyanne Barbosa da vida vai precisar de um esforço maior, mas a dança pode continuar sendo uma grande aliada nessa busca.

O importante é viver bem, com qualidade e equilíbrio, por isso faça da dança seu trampolim e se liberte, sem medo do ridículo, do que pareça, do que seja e de quem esteja vendo, viva pra você e por você.

Érica Cristina P. Gonçalves

Profissional de Educação Física Clinlife

CREF:026480-G/MG

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *