DIFERENTES MODOS DE PREPARAÇÃO DOS ALIMENTOS

O modo de preparação dos alimentos influi diretamente no seu teor de gorduras e na quantidade de calorias. Na hora de preparar um alimento deve-se escolher o modo que menos precise de gordura ou óleo. Veja, abaixo, alguns métodos mais utilizados:

 

PASSAR NA CHAPA

Chapa é um utensílio parecido com uma frigideira, porém plano. Se for antiaderente não é necessário o uso de óleo para preparar os alimentos. Dessa forma, reduz-se o valor calórico do alimento.

GRELHAR

Para grelhar o alimento é necessária a grelha (utensílio parecido com uma chapa, porém com sulcos por onde escorre a gordura). Não precisa usar óleo. Por isso é o melhor método de se preparar os alimentos, pois não há o acréscimo de calorias do óleo. Um alimento grelhado, além de gostoso e crocante é uma preparação saudável. Antes de iniciar o preparo, aqueça muito bem a grelha em fogo alto; assim, as proteínas do alimento formam rapidamente uma camada protetora (uma crosta) que retém os sucos nutritivos em seu interior. Dessa forma as maiores partes dos nutrientes permanecem no alimento. Quem não tem grelha pode utilizar uma frigideira para grelhar a carne, o peixe ou mesmo legumes. As frigideiras com teflon são ótimas, pois despensam o uso de óleo. Mas esteja atento, assim que a camada de teflon começar a desprender ou arranhar, está na hora de trocar a frigideira!

REFOGADO

Essa preparação altera pouco o valor nutricional dos alimentos e torna-os mais saborosos.  Refogar é cozinhar em fogo brando com um pouco de gordura, acrescentando-se água quando necessário até que o alimento adquira a consistência desejada. Prefira azeite de oliva ou óleo de canola ao invés de manteiga. O ideal é que o alimento fique al dente, ponto de cozimento que deixa os vegetais cozidos, porém firmes ao mordê-los. Assim, os nutrientes são preservados e o alimento adquire a consistência correta.

 

COZINHAR (COZER)

É um dos métodos mais utilizados. Trata-se de preparar o alimento imerso em água, utilizando-se panela comum ou de pressão. Normalmente o óleo é utilizado em grandes quantidades, porém não é necessário. Pode-se cozinhar uma carne, por exemplo, com pouco ou quase nenhum óleo.

Quando cozinhamos um alimento na água, as vitaminas C e do complexo B se perdem, pois são solúveis em água. Para reduzir essa perda, utilize pouca água no cozimento e adicione o alimento quando a água já estiver fervendo. Uma maneira de repor essa perda é não desprezar a água do cozimento! Reaproveite-a para cozinhar arroz, feijão, macarrão e sopas. Esta água é vitaminada e servirá como fonte alternativa de nutrientes!

Cozinhar no vapor pode ser mais demorado, mas é a melhor opção para quem quer manter a boa forma, a saúde, preservar a cor, o aroma e a textura natural dos alimentos. Você só vai precisar de uma panela própria de cozimento no vapor ou saber improvisar. Para isso basta uma panela (com água) e uma cesta (peneira ou escorredor de macarrão de alumínio ou inox) para ser colocada dentro da panela (bem encaixada) com os alimentos dentro e que tenha orifícios, para permitir a passagem e circulação do vapor da água. A tampa é importante e deve vedar com segurança para evitar a saída do vapor.

 

ASSAR

Para assar um alimento basta levá-lo ao forno. Vale lembrar que para mantê-lo molhado não se deve colocar gordura ou óleo, pois isso irá aumentar as calorias. Uma boa opção é cobrir com papel alumínio e colocar um copo com água dentro do forno enquanto o alimento é assado.

Mas nem tudo que é assado é saudável!

Vários alimentos, mesmo sendo assados, contêm muita gordura e óleos embutidos no alimento! Como exemplo as massas folhadas e as tortinhas que são feitas com grande quantidade de margarina, mas são assadas.

 

FRITAR

É o método em que mais o alimento mais aumenta as suas calorias. Isto ocorre porque ao colocar o alimento dentro da panela cheia de óleo, ele perde água e absorve o óleo. A água não possui calorias enquanto que cada grama de óleo ou gordura possui nove (9) calorias. Se fizer, nunca deixe o óleo queimar e substitua-o regularmente. Antes de servir, utilize papel de cozinha para absorver parte da gordura.

É importante não somente saber escolher o melhor alimento, mas também o melhor método para prepará-lo!

 

Juliana Castilho

Nutricionista Clinlife

CRN4524

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *