Esgotamento Emocional

Você já se sentiu tão cansado a ponto de não ter energia nem para voltar para casa e descansar? Alguma vez já ficou tão irritado e angustiado que perdeu a vontade de cumprir seus compromissos e quis abandonar até as atividades que trazem prazer? Caso tenha se identificado com essas situações, você certamente está passando por um momento de cansaço emocional, também conhecido como esgotamento mental ou fadiga emocional.
O cansaço físico é um estado pelo qual o corpo humano passa após realizar atividades intensas por um longo período. Em se tratando do cansaço emocional, as sensações são um pouco diferentes, como irritabilidade, desânimo, apatia e total falta de disposição. Mesmo após descansar durante horas, esses sintomas costumam permanecer.

Sintomas do cansaço emocional
Os sintomas do cansaço emocional são bastante característicos e demonstram que há algo que precisa ser verificado. Em estágios mais avançados, eles podem causar, até mesmo, intensas dores físicas. Conheça os principais:

Fadiga Incessante: não importa o quanto tempo descanse, a sensação de fadiga permanece e parece aumentar cada vez mais. É algo bem diferente do cansaço que se sente após realizar atividades de esforço físico.

Insônia: apesar de o cansaço ser intenso, os pensamentos o impedem de pegar no sono. Quando parece que vai conseguir dormir, surge uma nova preocupação e isso se torna cada vez mais frequente.

Choro Fácil: situações simples do cotidiano como derrubar algo no chão, se tornam motivo para choro. Isso acontece porque o esgotamento emocional faz com que a pessoa perca a capacidade de discernimento para diferenciar coisas banais de outras mais graves.

Desinteresse: quando o esgotamento emocional é grande ele gera desinteresse, fazendo com que o indivíduo não consiga se animar com nada, mesmo com coisas que, em seu estado normal, goste muito.

Irritabilidade: a irritação excessiva com coisas banais também pode ser outro sintoma de cansaço emocional. Um exemplo comum é ter uma reação exagerada porque um colega de trabalho está fazendo barulho.

Desmotivação: o indivíduo demonstra não ter motivos para agir. Isso pode se manifestar, principalmente, com a falta de cuidados com a aparência e higiene. A alimentação e a produtividade no trabalho são outras áreas que costumam sofrer alterações.

Manifestações Físicas: além dos sintomas relacionados à mente, o cansaço emocional pode gerar algumas manifestações físicas, como dores de cabeça e pelo corpo, falta de ar e sensação de desmaio.

A forma como lidamos com os problemas, frustrações e obrigações do dia a dia podem provocar um desgaste metabólico e mental tão grande que leva ao esgotamento.
Seguem alguns exemplos de distorções que podem desencadear o cansaço emocional:

Excesso de responsabilidades
Se você anda assumindo mais atividades do que possível resolver no momento é provável que você apresente comportamentos característico de pessoas centralizadora que assume todas as tarefas e responsabilidades, ou porque você tem necessidade de fazer tudo para agradar os outros. Uma mudança em seu comportamento como identificar quais atividades são prioridades e delegar as outras, mesmo que temporariamente pode ajudar. Aprenda a falar não para os outros e sim para você também é importante.

Pressões psicológicas
Você é perfeccionista e se cobra demais. Qualquer pequena atividade se transforma em um grande projeto para você e, por isso, acaba sobrecarregado. Você quer ser o melhor em todas as situações, coloca peso demais nas coisas e compete até com você mesmo. No fundo, você tem muita dificuldade em lidar com sua imperfeição.
Aprenda a lidar com seus erros. Você não precisa ser o melhor, precisa apenas dar o seu melhor de acordo com o contexto e com o que é realmente importante.

Desequilíbrio emocional
Você não tem controle sobre suas emoções e elas dominam sua vida. De uma hora para outra você muda de humor, tem crises de raiva, fica triste ou sente medos irreais que te paralisam. Você dá um sentido muito forte às situações da sua vida e lida com os problemas e frustrações de forma desproporcional, carregando mágoas passadas e se tornando vitima da sua história de vida.
É necessário conhecer a si mesmo e aprender a lidar com as emoções para ser uma pessoa equilibrada e em paz com você mesmo. Resignifique suas dores em aprendizados e se livrar das mágoas, desenvolvendo a capacidade de lidar melhor com as frustrações.
Doenças físicas provocadas pelo cansado emocional
Quando você não cuida das emoções, as pressões psicológicas refletem em seu corpo, trazendo dores físicas que podem desencadear doenças mais sérias, como hipertensão arterial, arritmia, gastrite, úlcera, ansiedade,síndrome do pânico e depressão.

Thais Martins Santos 
Psicóloga  
Clinlife

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *