Frutas ou Suco? Um doce remédio

O consumo de frutas é muito importante para uma alimentação equilibrada. Quanto maior a variedade delas, melhor para a nossa saúde, já que suas diferentes cores garantem uma quantidade maior e mais variada de nutrientes.

A necessidade do nosso organismo se dá a uma verdadeira salada de fruta bem colorida em cada fase da vida, devido o importante papel regulador desse alimento. As frutas com seus nutrientes têm a função de auxiliar na absorção das proteínas, das vitaminas e dos minerais em especial do ferro.

Com isso, nas fases da vida devemos priorizar o consumo de algumas, mas não abolindo as demais.

Na primeira fase de vida devemos introduzir o mamão, a banana e a laranja, pois ajudam na formação da flora intestinal.

Já na fase da adolescência o consumo mais adequado é o da maçã, pois possui propriedades como a pectina que é um tipo de fibra solúvel que se transforma em gel n estômago e arrasta a gordura para fora do organismo o que irão auxilia na prevenção da obesidade e o morango por conter uma substância chamada antocianina que auxilia na retardação de doença cardíaca.

Na fase adulta, a recomendação mais propicia é a ingestão do abacaxi por ser um excelente digestivo, a melancia por prevenir o câncer de mama em mulheres e de próstata nos homens, mediante conter na sua composição o licopeno.

O pêssego por estimula o funcionamento da insulina, o caju por ser diurético, a ameixa que ajuda na prevenção de doenças intestinais, a jabuticaba que auxilia a menor retenção líquida, o melão que contém baixo teor calórico e pode ser consumido para quem quer perder peso e a pêra por conter ação antioxidante e atuar na eliminação dos radicais livres.

Para quem já chegou à terceira fase da vida a dica é comer muita goiaba, cereja e uva. A goiaba previne problemas circulatórios, a cereja previne problemas urinários e a uva garante a longevidade devido ao resviratrol e neutraliza os radicais livres por serem ricas em antioxidantes, principalmente na casca e na semente. As pró-antocianidinas presente nas cascas e semente da uva, são consideradas super antioxidante, 20 vezes mais potente que a vitamina C e 50 vezes mais que a vitamina E.

Agora fruta ou suco? Embora seja mais prático a ingestão do suco ao invés da fruta, essa troca nem sempre é favorável, pois as características organolépticas da fruta in natura são quebradas e seus aspectos nutricionais em relação ao suco, como por exemplo, as fibras são perdidos. Outro ponto desfavorável seria a ingestão da quantidade de carboidrato devido à quantidade em uso nas preparações do suco.

Contudo, dentro de cada recomendação diária devemos variar bem o consumo de frutas seguindo as quantidades de porções prescritas sob orientação nutricional. De maneira que atendamos todas as necessidades de vitaminas, minerais e fibra.

 

Alcimara Macieira

Nutricionista – Clinlife

CRN4284

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *