Gordura como capa de proteção

Você já parou para pensar que a gordura pode ser uma capa de proteção? Bom, primeiramente deve estar se perguntando de que forma isso aconteceria. Tentarei ser breve…

Quantas vezes já se pegaram no famoso efeito sanfona? Não é estranho pensar que se queremos tanto chegar ao objetivo proposto, porque quando isso acontece ou está prestes a acontecer voltamos para o ponto de partida? É nesse sentido que podemos começar a refletir…

Quero dizer a vocês que por trás de um excesso de peso ou de uma obesidade, pode haver receios, medos, inseguranças, falta de amor próprio, dentre outros sentimentos que poderiam lhe causar repulsa.

A gordura aparece como um “escudo” para evitar que a pessoa se depare com o real. Posso citar um exemplo…

Imagine uma mulher que vem de uma educação conservadora em que o sexo é proibido antes do casamento… Esta poderá na adolescência começar a ganhar peso no intuito de afastar olhares, é uma maneira de se proteger, já que com um corpo mais atraente os olhares, a busca poderá ser maior. Então utiliza da gordura para protegê-la de olhares que a ameaçam de certa maneira.

Outro exemplo seria de um relacionamento amoroso conflituoso, em que a ingestão excessiva de alimentos pode servir de escudo para escapar ao sexo, já que a obesidade ou excesso de peso pode tornar o corpo menos atraente para o parceiro com que está tendo conflitos.

É nesse sentido que digo ser a gordura um “escudo”. Ela ajuda afastar alguém que a pessoa não queira se aproximar seja lá qual for o motivo, serve para esconder a própria sexualidade, como também aplacar angústias, etc.

Pensando por esta vertente, percebe-se que se faz necessário refletirmos qual é a função da gordura na vida de cada um que luta contra a balança. Se existe um ganho secundário com a gordura precisamos descobri-lo e assim conscientizar que o ganho primário, como por exemplo: autoestima, saúde e bem-estar são muito melhores do que o secundário. Pensem nisso!

Juliana Pereira de Melo

Psicóloga Clinlife

CRP: 29735

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *