Hábitos saudáveis formados na infância vão determinar a saúde do indivíduo na terceira idade

Ter hábitos saudáveis desde a infância pode influenciar na saúde e qualidade de vida na idade adulta e na terceira idade.

Os hábitos de alimentação saudável, de prática de exercícios físicos são costumes que sofrem influência da educação da família. Famílias em que os filhos crescem observando os pais praticando exercícios físicos e uma alimentação saudável e sem exageros, costumam aprender esse comportamento desde a infância e a adotá-los como rotineiros na fase adulta e na terceira idade.

A coordenadora nacional da Saúde do Idoso, do Ministério da saúde, Luíza Machado, diz que começamos a envelhecer desde que estamos no útero materno e que, por isso, os hábitos saudáveis desde a infância, vão determinar a saúde que teremos quando alcançarmos à terceira idade.

A influência dos pais não devem ser apenas no exemplo dado no dia-a-dia, os pais também devem estimular os filhos a adotarem hábitos saudáveis. Conversar e explicar desde cedo à importância de se ter hábitos saudáveis, evitando a recompensa através de alimentos quando os filhos tiverem bons comportamentos ou bons resultados na escola para que os mesmos não associem a comida (principalmente alimentos doces e gordurosos em excesso) ao prazer e a vitória.

Para se ter uma boa qualidade de vida é necessária uma série de atitudes na rotina diária. Não fumar, evitar o consumo de bebidas alcoólicas em excesso ou mesmo não beber, ter uma boa alimentação e praticar exercícios físicos. Com uma alimentação balanceada com frutas, leguminosas, verduras, leite, proteínas e vitaminas, evitam-se doenças e se ganha em qualidade de vida. Com uma rotina de vida com qualidade se tem saúde para toda a vida, inclusive na terceira idade. Para complementar a saúde e o bem-estar é necessária à prática de exercícios físicos que vão contribuir com o aumento da força e da massa muscular, oferecendo durante toda a vida o vigor físico, a força muscular para locomoção e atividades de vida diária e o bom funcionamento dos órgãos internos (que também são formados por musculaturas que são, da mesma forma, trabalhadas durante o exercício físico). Evita-se com o fortalecimento do organismo o envelhecimento precoce do mesmo e o aparecimento de doenças.

Querer qualidade de vida por toda a vida não é apenas uma questão de querer, é sim uma questão de querer se educar para uma vida mais saudável, aprendizado que acompanhará o indivíduo até a terceira idade e que, com toda certeza influenciará as próximas gerações. Em uma sociedade em que se relaciona a comida a tantos momentos de prazer, há que se encontrar prazeres em outras coisas, já que a vida é tão farta dessas oportunidades.

Para um viver saudável, faça escolhas saudáveis e eduque seu organismo para viver mais e com mais prazer e saúde.

Flávia Ferreira Simão

Educadora Física

CREF 015957-G/MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *