Intolerância a Lactose

A intolerância a lactose é a dificuldade ou incapacidade do organismo “quebrar” a lactose, que é um açúcar encontrado no leite e alguns produtos lácteos. Isso se dá pela deficiência da enzima chamada Lactase.

Existem três tipos de intolerância à lactose:

– Primária = resultado do envelhecimento. É comum em pessoas de idade mais avançada. O corpo diminui a quantidade de lactase produzida conforme a pessoa vai envelhecendo e sua dieta variando, com o acréscimo de novos tipos de alimentos.

– Secundária = resultado de alguma doença ou ferimento. O intestino delgado deixa de produzir a quantidade normal de lactase por causa de alguma doença, cirurgia ou injúria.

– Congênita = quando a pessoa já nasce com o problema. Como se fosse uma herança autossômica recessiva e é passada de geração em geração.

Nós não produzimos a lactose e sim a ingerimos.

Os sintomas da intolerância à lactose se dão nos sistema digestório e melhoram quando a pessoa cessa o consumo de produtos lácteos.  Normalmente esses sintomas podem ser instantâneos ou até mesmo levar horas para aparecer após a ingestão de produtos lácteos ou preparações que contém esses produtos. Os sintomas mais comuns são distensão abdominal, cólicas, diarréia, flatulência (excesso de gases), náuseas, ardor anal e assaduras, esses dois últimos provocados pela presença de fezes mais ácidas. Crianças pequenas e bebês portadores do distúrbio, em geral, perdem peso e crescem mais lentamente.

O tratamento para intolerância a lactose é feito através de dieta e medicamentos. O ideal é suspender a ingestão dos produtos lácteos para melhorar os sintomas. Aos poucos é possível ir reintroduzindo aos poucos esses alimentos desde que os sintomas não apareçam novamente, para que a oferta de cálcio não fique prejudicada.

As pessoas que desenvolveram intolerância à lactose podem levar a vida normal desde que siga a dieta adequada e evite o consumo de leite e derivados além da quantidade tolerada pelo organismo.

O importante é que as pessoas com intolerância a lactose saibam que, não se deve abolir por completo os produtos lácteos na medida do possível por causa do cálcio.

Ler não só a composição nutricional do alimentos mas sim os ingredientes, para saber se a lactose está inclusa no produto. Leite de soja, de arroz e de aveia não contém a lactose e nem o pão francês e pão de ló.

Verduras de folhas verde escuras funcionam como fonte de cálcio, então abusem deles. Outros alimentos que também são fontes de cálcio são o feijão, ervilhas, tofu, salmão, sardinha, mariscos, amêndoas, nozes, gergelim, manjericão, orégano, alecrim, salsa e ovos.

 

Juliana Castilho

Nutricionista Clinlife

CRN 4524

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *