Ioga, prática perfeita contra a ansiedade e depressão

A prática regular do Ioga traz calma e relaxamento e está entre um dos métodos alternativos mais eficientes contra a depressão e a ansiedade.  Essa foi à descoberta dos pesquisadores de um dos mais importantes centros de pesquisa do mundo: a Universidade de Boston, nos Estados Unidos.

Um estudo realizado nessa Universidade comparou dois grupos de pessoas depressivas. Um dos grupos, durante o estudo, praticava o Ioga por uma hora enquanto o outro grupo lia um livro. Depois das sessões, os dois grupos passavam pelo exame de ressonância magnética que verificava a quantidade de ácido gama-aminobutírico (GABA) no cérebro de cada indivíduo. Essa substancia, que é um neurotransmissor, diminui os estímulos nervosos e provoca um relaxamento cerebral reduzindo a ansiedade e a depressão. De acordo com os resultados, nos pacientes que praticaram o Ioga ocorreu um aumento significativo dessa substancia no cérebro e consequentemente um relaxamento nos praticantes mostrando que o exercício teve o mesmo papel das drogas utilizadas nos tratamentos contra depressão, mas com um adicional: o Ioga não provoca efeitos colaterais.

Um outro neurotransmissor também produzido durante a prática do Ioga,  mais conhecido pelos efeitos de prazer que ele provoca após a prática de exercícios físicos, é a serotonina.  A associação dos dois neurotransmissores no organismo do indivíduo com depressão pode melhorar o seu humor sendo considerada uma fórmula infalível contra a tristeza. Em casos em que a depressão está em um grau mais severo fica mais difícil o paciente notar sua melhora apenas com o exercício físico.

A arte milenar do Ioga proporciona ao organismo de quem tem depressão equilibrar as energias vitais perdidas durante o processo depressivo e despertar a consciência e o autoconhecimento do indivíduo além de proporcionar um relaxamento extra.

O Ioga, portanto pode e deve ser utilizado como complemento aos tratamentos convencionais pois proporciona ao paciente componentes importantes para se desenvolver uma mente saudável: exercício físico, meditação e relaxamento e dessa forma aumenta-se as chances de alcançar a cura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *