Lesões ou dores nos joelhos

O joelho é uma das articulações que mais sofrem lesões em diversas modalidades no esporte. Essas lesões acontecem com pessoas de diversas faixas etárias e podem ocorrer tanto com pessoas que eventualmente praticam uma modalidade ou até mesmo atletas que utilizam com muito maior freqüência uma sobrecarga submáxima desta articulação.

Por isso, é preciso conhecer um pouco mais da estrutura dessa articulação e maneiras de prevenir possíveis lesões ou dores futuras.

Primeiro vamos conhecer um pouco da estrutura do joelho. Basicamente o Joelho é composto por cartilagem articular, membrana sinovial, líquido sinovial (liquido que lubrifica a articulação do joelho), quatro principais ligamentos (colateral medial, colateral lateral, cruzado anterior, cruzado posterior) e dois meniscos (medial e lateral).

Os principais músculos que estabilizam a articulação do joelho são; Quadríceps (músculo da frente da perna, principal responsável pela extensão de joelho), isquiossurais (músculos da parte de trás da perna, principais responsáveis pela flexão de joelho), adutores do quadril (músculos da parte interna da perna) e abdutores do quadril (músculos da parte lateral da perna e glúteos).

Todos esses músculos juntos fazem a articulação do joelho ficar mais estável. Função nem sempre muito fácil.

Uma das maneiras mais incidentes de lesionar o joelho é o famoso futebol de final de semana ou esporte praticado em dias esporádicos. A maioria das pessoas, não prepara a articulação para possíveis sobrecargas no esporte praticado e por isso, o joelho não está forte o suficiente para carga ou impacto sofrido nessa modalidade.

Mas as dores ou lesões nos joelhos vão muito mais além da prática de eventuais partidas de futebol. Por exemplo, uma pessoa que trabalha em um escritório por longos períodos sentado pode simplesmente, machucar o joelho por conta de ficar muito tempo com os joelhos flexionados e por conseqüência ter dores patelares derivadas de encurtamento muscular.

Algumas dores articulares são causadas por inflamações na articulação (conhecidas como artrite), se essas inflamações não forem curadas e você não fizer nada para evitar futuras inflamações, essa inflamação pode se tornar uma artrose e você precisará conviver com essa dor pelo resto da vida (o desgaste do joelho não tem cura). Ou seja, como diz o famoso ditado, é melhor prevenir do que remediar.

Outra forma de machucar o joelho é por causa da sobrecarga de peso. A obesidade e o sobrepeso podem causar sobrecarga na articulação e ser o motivo para as dores constantes na região.

Uma reeducação alimentar bem orientada por um nutricionista, complementada com exercícios físicos periódicos planejados por um educador físico, podem fazer essa dor desaparecer.

Nos exercícios físicos, a melhor maneira de manter sua articulação do joelho saudável é manter uma amplitude de movimento anatomicamente saudável (um educador físico vai poder te ajudar a julgar qual alongamento é necessário para cada músculo estabilizador do joelho).

Outra forma de proteger o seu joelho é fazer um fortalecimento equilibrado dos músculos dos membros inferiores (papel que o educador físico pode ajudar muito). Fique atento a esses detalhes e mantenha a saúde do seu joelho em dia.

Richardson Siqueira

CREF 018387

Educador Físico Clinlife

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *