Magro(a) com barriga?

A reeducação alimentar é necessária para manter a barriguinha lisinha após atingir o peso desejado. Mas antes dê o primeiro passo que é “acordar” o seu metabolismo!

Isto é necessário para combater o efeito pochete que ninguém quer…! Se livrar daquela gordura teimosa que esconde o resultado dos seus abdominais…é possível!

Por um período curto de tempo a sua nutricionista irá montar um plano alimentar em que a proposta é cortar quase todo carboidrato do cardápio e comer apenas proteína e gordura. Antes de pensar que isso é uma loucura, fazendo você engordar no lugar de secar as últimas sobrinhas de barriga, entenda o que acontece no organismo.

Apesar de ser calórica, a gordura tem baixíssimo índice glicêmico. Ao contrário do carboidrato, ela não altera em nada a produção de insulina (hormônio ligado ao armazenamento de gordura, especialmente na região do abdômen) e estimula a ação do glucagon (hormônio encarregado de mobilizar e liberar a gordura estocada). São estas mudanças hormonais que dão um chacoalhão que o corpo precisa para vencer a resistência natural a mudanças.

Dicas importantes:

evite comer carboidratos á noite principalmente o simples, como arroz branco, pães brancos e bolos, biscoitos etc;

– faça caminhada diariamente;

– evite beber líquidos durante as refeições, principalmente com gás;

– é importante comer pequenos volumes de alimentos várias vezes ao dia;

– evite falar enquanto come, desta forma junto com a comida desce “ar” para o estômago dando efeito de inchaço na barriga;

– e claro que não poderia ficar de fora… evite a bebida alcoólica! Principalmente a cerveja e o chopp!

Lembre-se sempre que na vida temos dois caminhos a seguir e temos que optar por um deles, e isto requer a atitude de fazer escolha e toda escolha acarreta abdicar de algo.

Opte por ser REALMENTE MAGRO(A)!

Fonte:  Site – cyberdiet.terra.com.br (texto adaptado)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *