Menos sal mais saúde!

 

A mudança dos hábitos alimentares traz conseqüências graves à saúde, como é o caso do consumo exagerado do sal de cozinha que além de estar presente nas preparações convencionais está presente também nos alimentos industrializados em geral.

O cloreto de sódio (sal de cozinha) apresenta o íon sódio que é elemento essencial para a saúde sendo responsável por reter a água em nosso corpo, mantendo o equilíbrio hídrico e o funcionamento regular das células.

Porém o consumo aumentado de sal traz danos severos à saúde, tais como: inchaço, aumento da pressão arterial, podendo levar ao infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral (derrame) e problemas renais.

Os diabéticos em geral apresentam maior probabilidade de desenvolverem problemas cardiovasculares sendo recomendada maior cautela no consumo do sódio.

Em cada grama de sal de cozinha estão presentes 0,4 gramas de sódio. A recomendação diária de sódio é de 2,4 gramas ao dia o que equivale a0 6 gramas de sal, aproximadamente 01 colher rasa das de café, porém o brasileiro está consumindo cerca de 02 a 03 vezes o valor ideal recomendado.

O ideal é substituir o sal por outros temperos mais naturais e mais saudáveis como é o caso do alho da cebola do limão das ervas secas e naturais, que apresentam propriedades antioxidantes e protetoras do sistema circulatório.

Os alimentos industrializados devem ser evitados por apresentarem teor elevado de sódio em sua composição.

Mesmo as pessoas consideradas saudáveis por apresentarem a pressão arterial normal 11/7 ou 12/8 precisam estar atentas aos malefícios causados pelo consumo exagerado do sal.

Hoje em dia mais do que nunca o menos passou a ser mais, evitar os exageros, fugir do sedentarismo e ter bons hábitos em geral contribuem para a longevidade saudável.

Jaqueline dos Anjos de Abreu

Nutricionista Clinlife – CRN – 4632

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *