Não negligencie suas emoções

Lidar com nossas emoções de forma clara nem sempre é fácil, mas se soubermos cuidar delas de modo eficaz, poderemos aprender muito sobre nós mesmos e sobre nossas dificuldades.

É muito importante estar em conexão consigo e perceber quando algo não está bem. Fato é que a emoção é percebida como uma resposta do organismo. Dentre as emoções temos quatro básicas: a raiva, tristeza, alegria e medo.

A alegria é conhecida como a “emoção da expansão”, nos auxilia a criar vínculos.

A tristeza é vista como mais reflexiva, costuma evocar situações do passado, sendo assim ela nos auxilia na consciência de algo, situação ou pessoa que sentimos falta ou perdemos.

A raiva também é uma emoção expansiva, um impulso, necessidade de nos vermos livres de algo ou alguém, implica em sobrecarga de energia, sua função não é sempre negativa, mas caso levamos sua expansão ao extremo, ao invés de nos ajudar a resolver algo, pode ocasionar em um problema maior.

O medo é uma emoção reflexiva e sua função é de nos advertir sobre algum perigo, seja de causar ou fazer em nós algum prejuízo.

Como podemos perceber todas as emoções são necessárias, pois cada uma tem uma função específica. Não existe emoção boa ou ruim, mas ela pode ser mais ou menos agradável.

Outro ponto importante é sabermos falar sobre nossas emoções. Evitar reprimi-las é um exercício que deve ser diário. Buscar expressá-las de modo não tumultuado auxilia em sua legitimidade.

Não importa com o que trabalhamos, como vivemos, qual idade temos, sempre sentiremos essas emoções mais de uma vez na vida e a forma de lidar com elas é que fará toda a diferença.

 

Fernanda Dias
Psicóloga Clinlife
CRP 04/27335

 

 

2 Comentários


  1. Fernanda Dias, thank you for this post. Its very inspiring.


  2. Regularmente visito ao website em busca de novos relatos, confesso que já estava sentindo falta! No youtube conheci um canal muito interessante e envolvente quando se esta buscando respostas, no começo foi de muita utilidade porque o conteúdo elaborado pelo rapaz é deveras envolvente, porém, com o tempo, se você está em busca da verdade, muitas das histórias contadas vão caindo por terra. Depois que conheci o Mais Qualidade de Vida, não por acaso, pude fazer comparações e cheguei a conclusão que o tal rapaz, na verdade ensina inverdades que ele acredita serem verdades! Lendo esse seu relato me faz pensar o quanto podemos ser prejudicados quando simplesmente negligenciamos o nosso senso crítico e passamos a aceitar o que parece ilógico!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *