O que seu apetite diz sobre você?

Antes de qualquer coisa é preciso fazer uma distinção entre fome e apetite.

Fome é uma necessidade fisiológica do corpo, em que este “pede” pela ingestão de energia para pode funcionar normalmente. Enquanto que o apetite está ligado à vontade de comer além do que se precisa, ou seja, mesmo o corpo estando nutrido, sente-se vontade de ingerir algum alimento a mais.

Portanto podemos dizer que a fome seria uma necessidade nutricional, e o apetite uma necessidade emocional.

Diversas vezes conseguimos identificar que nossa vontade de comer está além de uma necessidade do corpo, uma vez saciados, sentimos desejo de continuar comendo ou de ingerir um determinado alimento. Quem já não cometeu o pecado da “gula”?

Comer um pouco a mais em determinadas situações não faz mal a ninguém, afinal temos certos alimentos de nossa preferência com os quais queremos apreciar o sabor mais vezes.

Entretanto, se esse comportamento se torna costume, rotineiro, pode ser que esteja ligado a uma questão emocional.

Em casos mais sérios, o desejo de ingerir alimento é tão intenso, que não precisa ser aquele que mais se gosta, passa a acontecer a ingestão de qualquer coisa comestível.

É importante identificarmos com que freqüência sentimos mais anseio por comida, e, mais especificamente, em que contextos ou momentos essa vontade fica mais intensa.

Discriminar esses momentos é importante para descobrirmos o que está influenciando o aumento de apetite, ou seja, com qual situação temos mais dificuldade de enfrentamento a ponto de acharmos na comida uma fonte de prazer, compensação, etc.

O autoconhecimento pode levar à resolução de problemas emocionais que talvez nunca nos demos conta e com isso, alcançarmos o autocontrole diante do desejo de comer em excesso.

Portanto, pode-se dizer que o apetite exagerado diz muito sobre nós mesmos, ele é o reflexo de nossos conflitos internos.

Agora que você já sabe disso, procure se observar e identificar o que está errado em sua vida, se precisar de ajuda, procure um profissional de sua confiança para auxiliá-lo.

O autoconhecimento é o melhor caminho para a mudança.

 

Iana Pechir

Psicóloga Clinlife

CRP: 04/35355

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *