Planejamento para 2011: Você já fez essa promessa?

Estamos no mês da esperança, onde os sonhos se renovam, as agendas são compradas e as promessas saem da boca para fora. Todo final de ano é o mesmo ritual, o que é muito legal e necessário, mas para a maioria das pessoas tudo passa nas primeiras semanas do novo ano.

Sem consistência e método, esse momento de fim de ano é desperdiçado por grande parte das pessoas, e resta apenas seguir um padrão muito parecido com o que vem sendo feito nos últimos anos. Se você não romper esse ciclo, 2011 será mais um ano de muita ação e pouca evolução.

O primeiro passo para sair do lugar em 2011 é saber definir o que realmente você irá focar e o que deixará de fazer no ano novo. Definir o importante implica em você parar e fazer uma profunda reflexão sobre as coisas que realmente trazem retorno para sua vida, que trazem felicidade, resultados e equilíbrio. Se isso não estiver claro, você com certeza vai se perder em atividades circunstanciais, sem a menor relevância.

Parece simples, mas na hora de escrever, às vezes, não é tão fácil assim. Reserve um tempo para esse exercício, escreva e descreva tudo que vier a sua mente e depois faça uma seleção do que realmente será importante para o próximo ano.

Sabendo o que é importante, fica mais fácil avaliar o que não é importante. Se você tentar fazer tudo, acaba não fazendo nada. Escolha ser mais seletivo no ano que vem, aprenda a dizer não com fundamento, tenha coragem de interromper tarefas que não trazem mais resultados e de mudar situações que só trazem estresse. A vida passa rápido demais, se você não assumir o controle da situação.

Depois é o momento de pensar nas suas metas para o próximo ano, algo que faça você sair do lugar, evoluir na carreira, na vida, nas finanças, nos relacionamentos, na espiritualidade, etc. Não importa o que seja, mas tem de ser extremamente apaixonante, precisa ser em pequenas quantidades e muito realista.

Seja seletivo e coerente. Feita a escolha, é preciso elaborar um excelente plano de ação, afinal são esses passos que vão realizar a meta. Esse será o fator que determinará se sua meta vai sair do lugar ou ficar parada. Atividades de grande duração, que você não consiga visualizar a execução, simplesmente não são feitas.

Na revisão de fim de ano, inclua a revisão de seus hábitos de vida, seus relacionamentos, e principalmente sua relação com o trabalho, ele é o principal responsável pelo uso do seu tempo e da sua geração de resultados. Tem conseguido aproveitar bem o tempo trabalhado, otimizando sua execução, e reduzindo assim o tempo gasto? Ou tem “gastado” todo o tempo trabalhando de forma desordenada? Qual foi a evolução da sua carreira nesse ano? Que oportunidades foram aproveitas ou desperdiçadas? O que você aprendeu? Está valendo “a pena” o que você faz atualmente? É o momento de manter, reduzir, acelerar ou mudar?

Por último, e não menos importante, envolva sua família no processo. Planejar em família é um grande fator de realização. Envolva seu cônjuge, seus filhos, seus pais, etc. Sonhar juntos e agir juntos funciona melhor que de forma isolada. Lembre-se que, por mais sucesso que você possa ter individualmente, nada compensará um fracasso familiar.

O momento nunca esteve melhor para você fazer 2011 com mais resultados, diferente dos outros anos e na direção do que você realmente deseja. Isso vai depender apenas de você, da sua atitude e da sua capacidade de planejamento. Feliz Ano Novo!

Autor:Christian Barbosa (Texto Adaptado)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *