Porque emagrecer é tão difícil?

 

Emagrecer é um desafio, mas se na primeira dificuldade você já desiste, você nunca chegará ao seu objetivo e ficará cada vez mais frustrado e com a autoestima mais baixa. Nossos sentidos como o olfato, a visão percebem estímulos que agem de forma significativa influenciando na saciedade que é sentida por nosso cérebro. Sendo assim é responsável pela fome e bem estar quando estamos perto de algum alimento.

Estamos entrando no outono, a temperatura esta mais fria, automaticamente nosso corpo pede mais comida em resposta à fome que sentimos pelo corpo precisar de mais energia para manter sua temperatura.

Intencionalmente justificamos nossas condutas “erradas” da seguinte forma: “Só hoje!”, “Começo a dieta na segunda feira”. E aí vamos incluindo em nossa rotina diária frituras, doces, bebidas alcoólicas. Alimentos calóricos que não estavam previstos e que acabam prejudicando a dieta; surgindo aí o desânimo e a sensação de “eu não consigo”.

Sendo assim, não existe uma fórmula mágica ou uma fórmula para todos. Não adianta dietas malucas, já que você não vai fazê-la para sempre. É preciso mudar o percurso dessa história! É mudança de hábitos. É ter disciplina, equilíbrio emocional e largar de vez aqueles hábitos alimentares ruins que te acompanham desde a infância. É abrir as portas do seu coração e da sua vida para um novo estilo de vida!

Incorporando uma reeducação alimentar e um novo estilo de vida, além de um corpo mais magro, a saúde melhora e o bem estar é muito maior. Assim, diminuindo o quanto comemos caloricamente retardamos o envelhecimento, aumentando a longevidade, prevenindo doenças e vivendo muito melhor!

E então, vamos comer menos e viver mais? Vamos procurar outra fonte de prazer, não apenas nos alimentos! Você só tem a ganhar!

Adrielle Ferreira

Psicóloga Clinlife

CRP: 04/38423.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *