Sentimento de Culpa

Por causa de um deslize comeu demais e já começa aquele medo da balança acusar a volta dos quilos eliminados anteriormente com muito sacrifício, e agora bateu aquela culpa…

A pessoa que está mudando os hábitos alimentares através de uma reeducação alimentar, depois de um deslize pode pensar que tudo foi em vão, dando margem para o sentimento de culpa vir à tona.

Nessas horas as pessoas costumam ter o pensamento de que tudo está perdido, mas é possível contornar esta situação e não deixar que este sentimento nocivo da culpa te prejudique, pois a culpa tem como conseqüência a autopunição pelo exagero cometido, como se fosse preciso pagar pelo que fez. O sentimento de arrependimento depois de uma escapada na dieta costuma provocar outros momentos de compulsão alimentar, gerando mais descontrole e dando margem para outros sentimentos como ansiedade, raiva, tristeza, aumentando ainda mais a culpa.

A maneira mais acertada é compensar o exagero do dia anterior com mais disciplina no dia seguinte, retomando a dieta que o especialista propôs e intensificar a atividade física. 

Ao invés de pensar que nunca consegue levar nada a sério, se culpar e se punir, procure entender o motivo que a fez agir assim. Pense um pouco e verifique como estão seus sentimentos nesse momento e tente identificar se não está preenchendo um vazio interno com a comida.

Acredite em você, aproveite as experiências para seguir em frente e evitar erros futuros. A culpa não trás benefícios, portanto mesmo se alguma coisa não saiu como planejado, retome seu processo de emagrecimento de onde parou e continue persistindo, pois nada está perdido. Quando acreditamos podemos fazer alguma coisa da maneira certa, acabamos confirmando para nós mesmos essa crença, este é o primeiro passo para chegar onde quisermos.

Petrina Gomes de Lima.

Psicóloga Clinlife

CRP 04/28095

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *