Suplementos alimentares para esportistas

Quando devem ser indicados?

A suplementação para esportistas está sendo cada vez mais utilizada sem indicação e acompanhamento profissional adequado.

A grande variedade de suplementos e o consumo liberado trazem a falsa idéia de que o uso é inofensivo; mas a verdade é outra.

Os suplementos à base de proteínas devem ser consumidos com moderação e controle de quantidades diárias, pois podem sobrecarregar os rins e comprometer a saúde.

Já o consumo de carboidrato deve ser balanceado, dentro de um plano alimentar compatível com o treino, para que haja perda de tecido adiposo e não de massa muscular.

O termo esportista é usado para o individuo que pratica atividade física sem intenção de participar de competições, busca saúde, conseqüentemente maior qualidade de vida.

Nesses casos é muitas vezes desnecessário o uso de suplementos nutricionais, sendo mais indicado uma dieta equilibrada e caso necessário consumo mínimo de algum tipo de suplemento específico indicado por um profissional para complementar e não substituir refeições saudáveis; que são importantes para manter a nutrição e o bom funcionamento orgânico.

A realização de exames bioquímicos para pontuar as reais necessidades de suplementação é o primeiro passo para um bom resultado, seguida de acompanhamento profissional adequado para elaboração de plano alimentar e rotina de treino.

Dessa forma, se tem tempo e gastos reduzidos para o alcance dos resultados desejados sem abrir mão da saúde; uma vez que não adianta agir com imediatismo principalmente no que diz respeito a mudanças de hábitos, pois tudo demanda disciplina e foco.

Se render a promessas de resultados milagrosos pode trazer sérios problemas à saúde a curto, médio e longo prazo.

Produzido por Jaqueline dos Anjos de Abreu CRN 4632 – Nutricionista Clinlife

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *