VIDA BOÊMIA X DIETA

É possível sim desde que você tenha determinação para resistir às tentações. Como, na maioria das vezes, a ida ao barzinho é à noite, após o expediente, substitua o jantar. Mas também é preciso controle para não extrapolar nas calorias.

Se possível, procure se alimentar antes de sair para o barzinho, assim você não foge de sua dieta e não consome calorias em excesso.

Ser “comportado” durante a semana e sair da dieta só no final de semana não funciona, pois quando se está de dieta, o organismo fica em privação alimentar, se você exagera no fim de semana bebendo e comendo muito mais, o organismo reserva em forma de gordura muito mais rápido, aumentando o peso, portanto o ideal é a moderação caso saia da dieta.

Quando se vai escolher um bar ou restaurante, é melhor procurar o quê? Uma pizzaria ou creperia com uma massa fininha ou ir a um local com porções?

È ideal procurar um local onde tenha no cardápio opções leves e saudáveis. Escolher uma pizza menos elaborada, como, por exemplo: uma marguerita, e consumir apenas 1 fatia, não irá extrapolar muito, ou um crepe de ricota. Tudo depende da quantidade a ser consumida e da opção mais saudável.

Quais são as opções mais saudáveis quando em um bar?

Os melhores petiscos são os assados e as carnes grelhadas. A tábua de frios é feita com muito embutidos calóricos como queijos amarelos, apresuntados, salames, por isso, consuma com moderação. Uma salada é uma boa pedida, às vezes esquecemos que uma salada de folhas e vegetais pode fazer parte do cardápio de um barzinho. Tenha moderação com alguns acompanhamentos, como farofa e pães.

Se todos na mesa estão comendo batata frita, tente resistir e opte por um sanduíche natural ou uma proteína magra (Frango, Peixe, Carne) ou até algo assado.

E as bebidas? Cerveja light é uma boa opção?

A cerveja light tem redução de calorias e de teor alcoólico, mas o recomendado para quem não quer ingerir muitas calorias é tomar até três latinhas, pois se tomar uma grande quantidade de nada vai adiantar a troca.

Evite as bebidas alcoólicas, que têm alto valor calórico. No máximo uma taça de vinho, uma latinha de cerveja ou uma tulipa de chope. Opte pelo suco natural, pela água ou pelo refrigerante diet, light ou zero. Vale investir em drinks sem açúcar. Intercale um copo de bebida alcoólica com 2 copos de água. Dessa forma, o corpo permanece hidratado. A água também faz com que o organismo libere hormônios e aumenta a saciedade. Além disso, dilata o estômago e estufa rapidamente, minimizando a barriga saliente.

Para se manter saudável, mas sem sacrificar a vida social, segue algumas dicas:

– Evite a cestinha de pães servida como entrada. Prefira comer algo leve e light antes de sair de casa ou do trabalho, como um iogurte ou uma fruta.

– Evite o consumo de refrigerantes. As bebidas gaseificadas distendem o estômago e podem levar a um excesso alimentar durante a noite.

– Pare de comer quando estiver satisfeito. Não precisa limpar o prato só porque você pagou por ele. Isso poderá ter um custo emocional muito alto, como arrependimento, insegurança e impotência. Sem esquecer o custo calórico.

– E lembre-se: quanto mais simples forem as preparações, menos calóricas elas serão. Por exemplo, legumes no vapor são menos calóricos do que legumes gratinados. Uma carne grelhada é menos calórica do que uma carne no molho.

O importante é compensar no dia seguinte, com uma alimentação leve e equilibrada e atividade física para queimar os excessos.

Fonte: Mariana Andrade

Nutricionista Clinlife

CRN/9 – 5237

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *