Whey protein – benefícios reais

 

 

Muito se ouve falar do suplemento alimentar Whey protein e é um dos mais procurados e consumidos por atletas e praticantes de atividade física que buscam ganho e ou manutenção da massa muscular; bem como evitar o catabolismo que é a degradação da proteína muscular com a intenção de gerar energia.

O Whey protein é derivada da proteína do soro do leite sendo assim é desaconselhada para indivíduos que apresentam alergia à caseína que é a proteína do leite.

Já aqueles que apresentam intolerância à lactose se adaptam bem a esse suplemento nas versões isoladas e hidrolisadas em que há alto valor nutricional com baixos constituintes não protéicos como gorduras e lactose, apresentando também boa digestibilidade e baixo potencial alergênico.

O alto valor nutricional conferido ao Whey protein deve-se aos aminoácidos essências presentes, como: alanina, arginina, asparagina, ácido aspártico e glutâmico, glicina, histidina, isoleucina, leucina, metionina, fenilalanina, prolina, serina, treonina, triptofano e tirosina.

Todos esses aminoácidos são fundamentais ao organismo como um todo, potencializando o crescimento muscular (anabolismo) e manutenção do tecido ósseo, evitando também o catabolismo que é a utilização dos músculos como fonte de energia.

Mas para garantir que o processo metabólico aconteça de forma harmoniosa é necessário uma alimentação equilibrada e variada, não se esquecendo de valores calóricos provenientes dos carboidratos responsáveis por gerar energia e fazer com que todo esse processo aconteça sem prejuízos à saúde.

Jaqueline dos Anjos de Abreu

Nutricionista Clinlife

CRN – 4632

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *